O governador Helder Barbalho entregou na manhã deste domingo (20) a nova avenida Padre Bruno Sechi, antiga Rua Yamada, no bairro do Bengui, em Belém. A via, que recebeu uma série de serviços executados pelo Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM), foi reconstruída como parte de um programa de mobilidade urbana e infraestrutura viária da atual gestão, que compõe a rodovia do Tapanã, entregue em outubro de 2020. Ao todo, foram quase 10 km de obras e cerca de R$ 120 milhões investidos do cofre estadual com as duas importantes vias.

“Esta obra é fundamental para a mobilidade urbana da nossa capital. Hoje estamos entregando um conjunto que ultrapassa 9,5km de via duplicadas, entre avenida Padre Bruno e rodovia do Tapanã, com isso, estamos viabilizando com que toda esta região da nossa capital vindo da Augusto Montenegro desejando chegar até o centro de Belém, possa ter uma alternativa. Certamente facilita com que o planejamento urbano e o crescimento da nossa capital possa acontecer de forma adequada”, garantiu o governador após o ato de entrega oficial da obra concluída.

  • Ao lado da primeira-dama, Daniela Barbalho, Helder Barbalho, autoridades e centenas de moradores realizaram um passeio ciclístico pelos 4,2 km da avenida. Durante o trajeto, o governador cumprimentou moradores. A doméstica Maria Luiza, moradora no bairro, aprovou o trabalho. “Aqui era apenas uma piçarreira, não tinha ônibus, era uma mata, era muito difícil pra gente. Aos poucos foi melhorando e agora veio essa obra pra cá, graças a Deus. Para mim, está sendo uma felicidade muito grande por eu ser moradora há mais de 30 anos e ver como está. Espero que a população venha cuidar. Estou muito feliz", disse.

De acordo com o engenheiro Eduardo Ribeiro, diretor geral do NGTM, a avenida Padre Bruno é uma via que integra o sistema viário local do bairro do Bengui com repercussão tanto para o município de Belém como para a região metropolitana. “Ela se firma como uma alternativa à avenida Augusto Montenegro e a Arthur Bernardes, interligando esses eixos viários. É fundamental para melhorar a mobilidade urbana e a interligação entre Belém e Icoaraci, integrando ainda outros grandes eixos de transporte: Arthur Bernardes e Independência, e juntamente com o Tapanã, ela proporciona uma melhoria direta para uma população em torno de 500 mil pessoas que moram nessas áreas entre Belém e o distrito de Icoaraci”, completou.

                                                                                                                                      

    

Ainda segundo ele, um dos desafios foi a duplicação da via que, “em 2019, estava com menos de 20% de execução”. “Tivemos um entendimento grande com a comunidade para que pudéssemos fazer a duplicação. E, em função disso, tivemos áreas remanescentes que foram aproveitadas para a urbanização da via, aproveitando através de um entendimento com a Secult [Secretaria de Estado de Cultura], um trabalho com artistas do bairro que expressaram sua arte através do grafiti”, acrescentou.

Adna Lobato, outra moradora do bairro, também contou sobre os benefícios dos quais e já está usufruindo. “Beneficiou muito a nossa rua e valorizou as casas. Com esse asfalto, trouxe muito progresso pra Belém e vai desobstruir o trânsito da Augusto Montenegro, que é pesado”, acrescentou.

"Com a nova iluminação, pavimentação e sinalização, a avenida ficou excelente. Muito mais segura e tranquila, principalmente pra quem está iniciando [na direção] e para as crianças também”, contou o empresário Rodrigo Ferreira, que esteve com um grupo de quase 50 ciclistas.

Para o vice-prefeito de Belém, Edilson Moura, a nova avenida representa melhor qualidade de vida para as pessoas do bairro e entorno. “Vemos uma avenida que tem calçamento para que as pessoas possam fazer seu passeio, sua caminhada, tem ciclofaixa, sem contar que tem movimento tranquilo para os veículos transitarem. É uma via de escoamento e é uma via saneada, isto também significa que as pessoas vão melhorar sua mobilidade. O Governo do Estado está de parabéns pelo trabalho realizado, pelo esforço em fazer uma obra que há muito tempo a população anseia”, comentou.

Veja Também