Cerca de 80% das obras do Centro de Controle Operacional (CCO), em Belém, que vai centralizar toda a operação do sistema integrado de transporte do BRT Metropolitano já estão em fase de acabamento, desde a fundação, alvenaria, revestimento, instalações hidráulicas e elétricas.

“Esse sistema será todo monitorado em tempo real, através de câmeras tanto no que se refere à operação quanto à segurança. O CCO sediará a Agência de Transporte Metropolitano (Agtran), órgão estadual que vai gerenciar o sistema implantado pelo Governo, na Região Metropolitana de Belém”, explica Eduardo Ribeiro, diretor geral do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM).

O NGTM tem a responsabilidade de executar as obras do prédio, que é o primeiro espaço público sustentável da Amazônia, dentro dos critérios da certificação LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental), a mais renomada certificação no quesito construção sustentável em todo o mundo. Estima-se que o Governo do Estado economizará, em média, R$ 200 mil, por ano de consumo de energia elétrica no CCO, tendo em vista que parte da energia utilizada pelo prédio em funcionamento será gerada por um sistema de energia solar.

Serão implantadas também estratégias de reaproveitamento da água da chuva, seja para a utilização de limpeza do prédio como para irrigação de plantas, além de sistema de drenagem, o que resultará em uma contenção de 40%, que será advinda de fontes renováveis. O cuidado também alcança a diminuição de resíduos gerados durante a construção, que estão sendo enviados para cooperativas de reciclagem na Região Metropolitana de Belém. O intuito é reduzir os impactos ambientais e emissões de CO2, principalmente quando se trata de uma obra de construção civil, uma das atividades mais poluentes do meio urbano.

Após o término da construção, o prédio será submetido a uma avaliação final feita pela U.S Green Building Council - organização americana sem fins lucrativos, que promove a sustentabilidade no projeto, construção e operação de edifícios. A certificação é vitalícia, uma vez certificada, a edificação ganha o selo LEED, podendo, mais tarde, se renovar com a certificação dentro da categoria EBOM, que avalia operação e manutenção.

O Centro de Controle Operacional é localizado no complexo do Comando Geral da Polícia Militar, na avenida Augusto Montenegro, nº 8401, KM 9, em Belém.

TEXTO: GIOVANNA ABREU/AGÊNCIA PARÁ

FOTOS: PEDRO GUERREIRO/AGÊNCIA PARÁ

IMAGENS AÉREAS: MARCELO SOUZA/AGÊNCIA PARÁ

Veja Também