Foto: Ascom / NGTMQuase 400 metros de muro da avenida Padre Bruno Secchi - antiga Rua Yamada - em Belém, ganharam nova paisagem com desenhos feitos por artistas do bairro do Bengui. A ideia de ocupar o espaço com intervenção artística é uma forma de contribuir para a urbanização da principal via de acesso ao bairro que está prestes a ser entregue à população totalmente reconstruída pelo Governo do Pará, por meio do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM), assim como valorizar profissionais do grafitti que atuam na região.

De acordo com o diretor geral do Núcleo, engenheiro Eduardo Ribeiro, para executar a duplicação da avenida, o Estado enfrentou o desafio já que a área era densa e ocupada.

Foto: Ascom / NGTM“E nas áreas remanescentes, percebemos que elas poderiam ser aproveitadas para a comunidade. Daí surgiu a ideia de urbanizar essas áreas e abrir aos artistas do bairro para essa manifestação deles através da grafitagem nas paredes dos vizinhos. Houve uma concordância por parte dos moradores e o contato com a Secult que nos possibilitou desenvolver essa ação”, explica.

O trabalho realizado no último final de semana mobilizou um grupo de artistas, resultado de uma parceria entre o NGTM e a Secretaria de Estado de Cultura (Secult) que intermediou, acompanhou e orientou a execução da atividade. Ainda segundo o titular do NGTM, a ação não estava prevista no projeto original das obras.

“Assim como outras intervenções urbanas que o Governo está fazendo, dessa integração das obras necessárias para a melhoria nas condições de mobilidade e saneamento, é importante integrar a comunidade nesse processo, já que ela teve grande colaboração na compreensão da importância da obra ao longo dos trabalhos. Dessa forma, fica essa manifestação artística como prova da integração e compatibilização de todos os interesses visando o bem comum de toda a comunidade”, acrescenta Ribeiro.

A ação também conciliou com a atividade realizada desde 2018, de forma autônoma, com o coletivo de artistas que desenvolve o Projeto "Bengola em Cores", no bairro. Segundo o integrante Wagner Barros, o projeto cria uma galeria de arte a céu aberto com o objetivo de trazer a arte para dentro da comunidade.

Foto: Ascom / NGTM“Criamos painéis de grafitti visíveis para que as pessoas possam ter acesso à arte e fazer essa interação com ela. E como surgiram paredes na avenida, isso conciliou com a gente estar produzindo esses painéis de grafite em parceria com o Governo. A gente fortalece a base e produzindo arte dentro do bairro, com essa sensação de pertencimento, onde a gente se reconhece dentro das obras. Esse apoio está sendo fundamental para ampliar esses trabalhos”, comenta.

Veja Também